Carreiras

| Educação

O professor de sociologia Osvaldo Machado da Silva Neto, de 41 anos, foi demitido na última terça (28) do colégio da rede privada Visão, em Goiânia, por utilizar em sua prova tirinhas do cartunista André Dahmer. As tiras possuem, em seu conteúdo ,críticas ao governo brasileiro. 

Como posicionamento, o colégio declarou que “a escola possui um Código de Conduta que veda manifestações políticas, partidárias ou ideológicas em ambiente escolar. A direção do Colégio mantém um canal de diálogo aberto com alunos e familiares, sempre pautando suas ações no Código de Conduta.”

##RECOMENDA##

Por meio de uma nota de repúdio, o Sindicato dos Professores do Estado de Goiás (Sinpro-Goiás) criticou a demissão do docente e a exposição que sofreu nas redes sociais, devido a um vídeo publicado pelo youtuber Gustavo Gayer.

“É inaceitável qualquer interferência no conteúdo ministrado em sala de aula com a finalidade de ceifar o direito de propagação do conhecimento e do livre pensamento e, mais ainda, é intolerável a exposição indevida do professor, pois a sua imagem, honra, liberdade de expressão e de ensinar são direitos humanos fundamentais e irrenunciáveis.” 

André Dahmer também se pronunciou sobre o caso através de seu Twitter: “O colégio Visão não sabe, mas meu trabalho aparece com frequência em concursos públicos e vestibulares. Em 2011, um dos meus quadrinhos foi tema de redação do ENEM”, afirmou o cartunista.

Os alunos do colégio Visão realizaram nesta quarta (29) protestos contra a decisão da instituição. Os estudantes escreveram uma carta, e colaram post- its por todo o colégio, além de se reunirem em defesa do professor.

[@#video#@]

Nas últimas semanas o tema adoção vem sendo muito debatido, especialmente nas redes sociais. A adoção é um processo legal regido pelo que dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), entendida como um direito a criança ou adolescente que perdeu a proteção de seus pais biológicos.  

O ato requer um longo processo, com etapas a serem cumpridas, para estar de acordo com a lei. Com o intuito de explicar como funciona a adoção e de que maneira esse tema pode cair no Exame de Ordem da OAB, o LeiaJá convidou a professora de Direito Civil e ECA, Luciana Garret.  

##RECOMENDA##

Procedimento de dar em adoção 

“No momento em que aquela gestante manifesta o seu interesse em dar o seu filho para a adoção haverá o encaminhamento. Se ela apresentar o interesse no hospital, ele será encaminhado a Vara da Infância e Juventude para que a mãe tenha acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, como psicólogo e assistente social”, explica Luciana Garret. 

Após o processo com a equipe multidisciplinar e a certeza da entrega legal para adoção, será marcado a audiência com o juiz para verificar a certeza do processo de entrega da criança.  

Sentença de arrependimento  

Segundo Luciana, após a sentença proferida ainda cabe um prazo, de dez dias corridos, de arrependimento, sendo possível mudar de ideia nesse período estipulado.  Após o prazo o bebê será encaminhado para ser adotado por pessoa ou um casal inscrito no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento.  

Quem pode adotar 

Luciana Garret explica que, para estar apto a adotar uma criança ou adolescente são necessários alguns requisitos a serem cumpridos. Confira quais são as obrigações para o adotante: 

Não importa o estado civil; 

Seja uma pessoa idônea; 

Pelo menos 18 anos completos; 

Haja uma diferença mínima de 16 anos entre o adotante e o adotado. 

Vale ressaltar que é possível que haja adoção com maiores de 18 anos, no caso de haver pedido anterior de guarda e tutela.  

Colocação em família substituta 

“Sempre buscamos manter as relações familiares. Eu costumo dizer aos meus alunos que o lugar da criança e do adolescente é na família, então quando pensamos em uma colocação em família substituta, de caráter definitivo, existe todo um procedimento a ser seguido para que exista a certeza naquela escolha”, destaca Garret. 

Diante do processo existem três situações que podem existir, sendo elas a guarda, a tutela e adoção. Entenda como funciona em cada um dos casos: 

Guarda: Esse caso pode acontecer quando a criança ou adolescente se encontra, por exemplo, com os avós, quando o pai ou a mãe estão momentaneamente inaptos. Sendo de um caráter mais provisório; 

Tutela e Adoção: Nos dois casos haverá a perda do poder familiar, ou seja, a criança ou o adolescente irá perder todos os vínculos com a família biológica. Sendo um caráter mais definitivo. A diferença entre as duas é que na tutela, o tutor não será pai ou mãe do menor tutelado.  

Segundo Luciana, é importante levar em consideração o ART. 1.638, do código civil e o ART.23, parágrafo 2 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), para entender outras hipóteses que podem ocasionar a perda do poder familiar.  

Família extensa 

Como foi destacado por Garret, o ECA sempre irá priorizar pelas relações familiares. Segundo o ART. 25 parágrafo único do Estatuto, a família extensa é o conceito que se diz respeito aos parentes paternos ou maternos que tenham vínculo de afinidade com o menor.  

Nesse caso, haverá um estágio de convivência de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período. “Durante esse tempo, a ideia é que ele [familiar] conviva com o adotante para descobrir se essa adoção será uma boa escolha. Porque uma vez adotado, não poderá voltar atrás”, explica Luciana.  

Se caso o familiar não residir no Brasil, que será configurada como adoção internacional, o tempo de convivência será de 30 a 45 dias prorrogáveis por igual período.

A Secretaria da Mulher de Pernambuco (SecMulher-PE) lançou, nesta sexta-feira (1), o projeto Jornada dos Núcleos de Estudos de Gênero e Enfrentamento da Violência Contra a Mulher (NEGs). A iniciativa, de acordo com a pasta, visa a prevenção da violência de gênero, assim como, busca a melhoria da qualidade de vida da comunidade escolar.

O projeto Jornada vai percorrer as escolas nos municípios de Araripina, Petrolina, Salgueiro, Floresta, Afogados da Ingazeira, Arcoverde, Garanhuns, Caruaru, Palmares, Limoeiro, Nazaré da Mata e Recife ofertando cursos, formação e integração com a rede de enfrentamento da violência contra a mulher em Pernambuco.

##RECOMENDA##

“Nossa meta é fechar o ciclo produção de conhecimento no ensino de base de não a qualquer forma de violência contra as mulheres, preconceito e diferenças entre as pessoas provocando as mudanças através da educação”, explica Juliane Oliveira, gerente de Formação em Gênero da SecMulherPE, por meio da assessoria.

A iniciativa conta com a parceria das Secretarias de Educação e Esportes (SEE), Planejamento e Gestão, Ministério Público de Pernambuco, Promotoria Pública de Pernambuco, Defensoria Pública de Pernambuco, Tribunal de Justiça de Pernambuco, Instituições de Ensino Superior, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), gestoras de ações para mulheres e estudantes da rede estadual de Pernambuco.

Em todas as edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), professores, candidatos e curiosos aguardam o tema da redação, que só é divulgado no dia da aplicação da prova. Antes do tão esperado anúncio, há diversas especulações e palpites acerca da temática. No entanto, ninguém acertou tantas vezes quanto a professora Raquel Siufi, que há 11 anos "prevê" os temas das dissertações do exame.

Longe de ser mágica ou ter poderes sobrenaturais, a docente, que é do Mato Grosso do Sul, explica, em entrevista ao LeiaJá, que os acertos vêm de muita pesquisa e planejamento. "Eu procuro, estudo, pesquiso. Muitas vezes, acordo com um tema e escrevo para debater com os alunos. Não paro!”, conta. Além disso, Raquel salienta que costuma trabalhar com os alunos do curso de redação que leva o seu nome, em Campo Grande, determinadas temáticas e suas implicações.

##RECOMENDA##

"Em 2015, eu resolvi fazer um simulado especial sobre o tema [violência contra a mulher]. Fiz uma prova, assim, maravilhosa e trabalhamos muito isso em sala de aula. Quando chegou na prova do Enem, ela parecia uma cópia da minha prova, igual. Meus alunos que fizeram a prova chegaram a rir, porque ele é igual ao simulado que a gente fez. Nessa mesma época, uma repórter me ligou e questionou se eu tinha acertado o tema. Eu mandei o simulado, feito dois meses antes do Enem, para ela e constatou que, realmente, eram idênticos", relembra.

Foi nesse mesmo período que a professora recebeu o título de "Mãe Dináh do Enem", mas ela dispensa a fama de vidente. A partir da grande repercussão, todos os anos há uma certa espera pela confirmação de mais um acerto. À reportagem, Raquel Siufi comenta que não está ilesa de críticas, no entanto, consegue lidar bem com elas. “Algumas pessoas chegam a dizer que eu trabalho para o MEC, que eu tenho acesso prévio à prova do Enem, mas não é. É muito trabalho mesmo”, frisa.

Do direito à docência

Por alguns anos, a sala de aula não foi o ambiente de trabalho de Raquel. Filha de mãe professora e pai advogado, ela, que sempre foi apaixonada pela oratória e pela prática da escrita, chegou a seguir a carreira jurídica por um bom tempo. "Eu estudei direito, me formei e consegui minha carteira da OAB. Minha família não tinha posses, mas, alguns anos depois melhoramos financeiramente, abrimos um escritório. Lá, tinha uma sala pequena desocupada, um porãozinho e foi onde comecei a dar aulas ao mesmo tempo que advogava", recorda.

Após dois anos de formada, ela sentiu que já não teria como fugir da docência. "Um dia, fui aplicar muito feliz um simulado para a minha 'turma do porão'. Fui cantando, toda feliz, porque minha grande paixão é ser educadora. Na segunda-feira, eu tive uma audiência. Fui para ela com um mal-humor, não era o que eu queria. Enquanto eu segurava o volante do carro, deu um 'start'. Percebi que eu não estava feliz em um dia de trabalho, mas, no dia do simulado, que foi no domingo, eu estava bem. Nessa mesma semana, eu tive uma conversa com os meus pais, uma difícil conversa para dizer que eu iria abandonar tudo, que eu iria sair do direito, largar o escritório e daria aula", relata à reportagem.

Todo o esforço e dedicação de Raquel Siufi é recompensado pelos resultados no Enem e em outros vestibulares, como também, pelo reconhecimento e amizade dos estudantes. Na entrevista, a professora ressalta que a relação com os alunos vai além da sala de aula. "Tenho os meus alunos como amigos. Eles me procuram, conversam comigo sobre assuntos que vão além dos estudos. O meu trabalho vai além”.

Enem 2022

Durante a entrevista, o LeiaJá m questionou a professora sobre os temas já trabalhados por ela em sala de aula e que merecem atenção dos estudantes que estão na preparação para o Enem 2022. Confira:

- Educação a distância;

- Voto como instrumento de transformação de uma sociedade, a importância do voto;

- Política de cancelamento nas redes sociais;

- Laços sanguíneos na sociedade (como a família interfere no comportamento do indivíduo);

- A importância da presenvação do patrimônio histórico brasileiro;

- Bullying nas escolas, suicídio;

- Saúde mental

Terminam nesta sexta-feira (1º) as inscrições para o segundo processo seletivo de 2022 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A consulta para as vagas neste segundo processo seletivo teve início no dia 15, por meio do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior. Para acessá-lo, clique aqui.

Por meio da consulta, é possível visualizar as vagas ofertadas por modalidade de concorrência, cursos e turnos, instituições e localização dos cursos. Também é possível acessar a íntegra do documento de adesão de cada uma das instituições que aderiram ao Sisu.

##RECOMENDA##

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção.

Exigência

Para participar do Sisu será exigido do candidato que tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2021, obtido nota superior a zero na prova de redação e não tenha participado do Enem na condição de treineiro.

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6 de julho. A matrícula ou registro acadêmico devem ser feitos de 13 a 18 de julho. Já o prazo para os interessados manifestarem interesse em participar da lista de espera será de 6 a 18 de julho.

Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicados no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida na edição mais recente do Enem, que, nesta edição, será a de 2021.

A XP Educação anuncia a oferta de graduações gratuitas. Neste primeiro momento, os cursos são focados em tecnologia e as formações são em sistemas da informação, ciências de dados, análise de desenvolvimentos de sistemas, banco de dados e defesa cibernética. Confira o edital aqui.

“Nosso grande sonho é ser a referência em educação de alta qualidade no universo de tecnologia, inovação e negócios, criando um verdadeiro ecossistema educacional. Uma aceleradora de carreiras que entrega os profissionais já preparados para os desafios da nova economia digital”, afirma Paulo de Tarso, CEO da XP Educação, por meio da assessoria.

##RECOMENDA##

Além das graduações, a plataforma também oferece MBAs, que são pagos, e cursos livres. Os interessados podem acessar o conteúdo através de assinatura no valor de R$ 65. De acordo com a empresa, a expectativa, até o final de 2022, é atingir 10 mil assinantes.

“Como assinante, o aluno pode se matricular em diferentes cursos simultaneamente e acessar os conteúdos diariamente. Além disso, os assinantes têm acesso ao Radar de Oportunidades, em que poderão se candidatar a vagas em tecnologia disponibilizadas por grandes players da área de tecnologia”, explica Paulo.

As fanfics ou fics, abreviações do termo em inglês fanfiction (em português, ficção de fã), são narrativas fictícias escritas por fãs, geralmente publicadas em sites e plataformas virtuais. As histórias são muitas vezes contextualizadas dentro de países estrangeiros, trazendo diversos segmentos de outras culturas para o enredo, o que pode ser útil para os candidatos que se preparam para a prova de língua inglesa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O professor Fred Fonseca, de português e inglês, destaca como os elementos presentes nas fanfics podem ajudar no vestibular. Segundo o docente, as fanfics se encaixam nas 4 habilidades para língua estrangeira presentes na matriz curricular do Enem, o que possibilita aos estudantes vários benefícios.

##RECOMENDA##

“A primeira coisa é o gênero textual. A fanfic é uma espécie de conto, então o estudante, ao entrar em contato com esse texto, entra em contato com o gênero textual e reforça o seu vocabulário, porque obviamente essas histórias vão se passar em lugares diferentes, usando objetos diferentes. Provavelmente nós vamos ter citações sobre as ocupações dessas pessoas, quem elas são o que elas fazem”, afirma Fred.

De acordo ainda com Fonseca, a fanfic provêm de uma história oficial, então ao ler, o estudante entrará em contato com algo do universo e da bagagem cultural que tem, possuindo uma dificuldade menor em compreender os textos. Ele reitera que, por se tratar de uma narrativa, são determinados o presente e o passado, o que reforça o conhecimento destes tempos verbais.

“Então, no fim das contas, o estudante de língua inglesa que lê fanfic tem habilidade leitora desenvolvida porque ele vai estar lendo esse texto e vai ter um contato a mais com estruturas linguísticas. É na adjetivação, no trato das ocupações, nomes, e das coisas menores como o uso de mister e misters que ele vai conseguir perceber essas diferenças”

O professor ainda comenta sobre os artistas que fazem parte das narrativas, e reforça a importância das letras das músicas estrangeiras no processo de aprendizagem. Quando os estudantes fazem a leitura e as traduções, podem associar as palavras às canções, e assim melhorar a compreensão dos textos em inglês. Além disso, para o professor Fred Fonseca, a presença destas letras também marca a intertextualidade, sendo a fanfic o elemento central, e os outros elementos um Easter Egg do texto original.

Dados da pesquisa Educação, Valores e Direitos, realizada pelo instituto DataFolha, mostra que a maioria dos brasileiros apoiam a Educação sexual nas escolas. O levantamento aponta que dos 2.090 entrevistados em todo o Brasil, 96% concordam que os alunos precisam aprender na escola sobre sobre as doenças sexualmente transmissíveis e prevenção de gravidez indesejada (93%).

A maioria dos entrevistados também acredita que Educação sexual auxilia crianças e adolescentes na prevenção do abuso sexual. Além disso, para 96% dos participantes é necessário que os estudantes recebam informações acerca de leis que punem a violência doméstica.

##RECOMENDA##

De acordo com o levantamento, 93% dos participantes afirmaram que as instituições de ensino deveriam abordar a divisão igualitária de trabalho doméstico entre mulheres e homens e 88% acreditam que a sala de aula é lugar para falar sobre igualdade de gênero.

Na manhã desta quinta-feira (30), a Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Educação lança o Programa Escola no Grau. O projeto visa a melhoria da infraestrutura das escolas e creches da rede municipal.  

O lançamento do programa aconteceu na Escola Municipal Mário Melo, uma das unidades beneficiadas para a primeira etapa do projeto. Nesta primeira etapa do programa, que já teve início está semana, irá comtemplar 50 unidades, beneficiando 20 mil estudantes. 

##RECOMENDA##

Com um investimento de R$ 200 milhões de reais, a iniciativa vai requalificar 200 escolas e creches até o final de 2024. O programa possui cinco grandes eixos, sendo eles as ampliações, requalificações, construção de novas unidades educacionais, construção de quadras cobertas e construção de novas sedes. 

A ideia do programa é elevar o patamar de qualidade das escolas do Recife, oferecendo uma melhor infraestrutura e proporcionando um ambiente mais favorável ao processo de ensino e aprendizagem.

Melhoria da coberta, reorganização de ambientes, pintura, troca de piso e revestimento, retelhamento, revisão dos sistemas elétrico e hidráulico e substituição de portas são alguns dos serviços previstos no planejamento estratégico do Escola no Grau para as requalificações.

O Programa envolve ainda ampliações de salas em unidades já existentes, construção de 17 novos prédios para escolas e a construção de 30 quadras cobertas até 2024. 

“Já fizemos o mapeamento das principais escolas que estão precisando desse suporte e queremos começar de imediato com esse processo de requalificação das estruturas e construção de unidades educacionais. Nosso objetivo com esse projeto é tornar as escolas cada vez mais bonitas, atrativas e confortáveis. Escola e creches cada vez melhores para nossos alunos e profissionais da educação”, destacou Fred Amâncio, secretário de educação. 

Confira abaixo as primeiras 50 escolas que serão requalificadas nesta primeira etapa: 

Creche Escola Ana Rosa Falcão de Carvalho (Santo Amaro) 

Creche Municipal Vovô Artur (Coelhos) 

E.M.T.I Pedro Augusto (Soledade) 

Creche Municipal Tia Emília (Dois Unidos) 

Creche Municipal Unidos Venceremos (Alto José do Pinho) 

E.M. Alto do Pascoal (Água Fria) 

E.M. Campina do Barreto (Cajueiro) 

E.M. Compositor Levino Ferreira (Casa Amarela) 

E.M.T.I Paulo VI (Linha do Tiro) 

E.M. Poeta Jonatas Braga (Campo Grande) 

E.M. Professor Ricardo Gama (Linha do Tiro) 

Creche Escola Creusa Arcoverde de Freitas Cavalcanti (Casa Amarela) 

E.M. Arquiteto Alexandre Muniz de Oliveira (Córrego do Jenipapo) 

E.M. de Casa Amarela (Macaxeira)  

E.M. da Guabiraba (Brejo da Guabiraba) 

E.M. Mundo Esperança (Sítio dos Pintos) 

E.M.T.I Nadir Colaço (Macaxeira) 

E.M. Octávio de Meira Lins (Vasco da Gama) 

E.M. Poeta Joaquim Cardoso (Macaxeira) 

E.M. Professor Aderbal Galvão (Vasco da Gama) 

E.M. Professor Moacyr de Albuquerque (Nova Descoberta) 

E.M.T.I Professor Nilo Pereira (Casa Amarela) 

Creche Escola Associação Cristã Feminina (Torre) 

Creche Escola Sítio do Cardoso (Torre) 

E.M. Célia Arraes (Várzea) 

E.M. Darcy Ribeiro (Cordeiro) 

E.M. Diná de Oliveira (Iputinga) 

E.M. João Pessoa Guerra (Várzea) 

E.M. João XXIII (Iputinga) 

E.M.T.I Professor João Batista Lippo Neto (Várzea) 

Creche Escola de Afogados (Afogados) 

Creche Escola da Mangueira (Mangueira) 

Creche Escola Nosso Senhor Jesus do Bonfim (Estância) 

Creche Municipal Recife 2000 (Areias) 

E.M. Governador Miguel Arraes de Alencar (Estância) 

Creche Municipal Padre Lourenço (Imbiribeira) 

Creche Escola do Ibura (Ibura) 

Creche Municipal Senador Paulo Guerra (Imbiribeira) 

E.M. Cícero Franklin Cordeiro (Ibura) 

E.M. Engenheiro Guilherme Diniz (Ibura) 

E.M. Engenheiro Umberto Gondim (Pina) 

E.M. Professor Adauto Pontes (Jordão) 

E.M. Professor Simões Barbosa (Ibura) 

E.M. André de Melo (Estância) 

E.M. Nova Descoberta (Passarinho) 

E.M. Paroquial Cristo Rei (Torre) 

E.M. Rodolfo Aureliano (Várzea) 

E.M. Arraial Novo do Bom Jesus (Torrões) 

E.M. Iputinga (Iputinga) 

E.M. Mário Melo (Campo Grande)

Nesta quarta-feira (29), a atriz Dira Paes, compartilhou no seu twitter um vídeo no qual o seu irmão, o professor de educação física, Pedro Paes, embala um bebê durante uma aula na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 
O docente realizou o gesto para que uma aluna tivesse a chance de acompanhar a explicação com tranquilidade.

“Esse é meu irmão Pedro, professor da UFPE, pai, doutor em educação física, apaixonado por motos e um dom incrível para lidar com crianças. Que orgulho esse vídeo de uma aula sua, embalando o bebê de uma aluna para que ela possa se concentrar na matéria com mais tranquilidade e foco”, diz Dira Paes na postagem.

##RECOMENDA##

Na publicação, a atriz demonstra orgulho pela atitude do irmão, “Seu carisma é tão incrível que conquista não só os alunos, mas seus filhos também, pelo visto.”

Dira ainda aproveitou o momento para parabenizar todos os profissionais e alunos, “Orgulho do meu irmão e de toda classe de profissionais da educação, alunas, alunos, que acreditam na verdadeira formação de cidadãos, apesar de toda adversidade que esse país impõe a quem ousa lutar por um ensino de qualidade, inclusivo e contemplativo", finalizou.

[@#video#@]

Os microempreendedores individuais (MEI) têm até esta quinta-feira (30) para acertar as contas com o Leão. Acaba hoje o prazo de entrega da Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual (DASN-MEI).

A DASN-MEI deve ser entregue mesmo por quem enviou a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física, cujo prazo acabou em 31 de maio. Deve entregar o documento quem atuou como MEI em qualquer período de 2021. Quem se tornou microempreendedor individual em 2022 só deve preencher a declaração em 2023.

##RECOMENDA##

Caso o profissional autônomo esteja encerrando as atividades como MEI, também deve enviar o documento. Nesse caso, é preciso escolher a opção Declaração especial. A DASN-MEI está disponível na página do Simples Nacional na internet.

Na declaração, o MEI deverá informar a receita bruta total obtida com a atividade em 2021. O microempreendedor que estava ativo, mas não faturou no ano passado, deve preencher o valor R$ 0,00 e concluir a declaração. Quem contratou empregado em 2021 deve marcar sim no campo que aparece no formulário.

Quem preenche o Relatório Mensal de Receitas Brutas tem o trabalho facilitado. Basta somar os valores de cada mês e informar na declaração.

Embora não deva ser entregue a nenhum órgão público, o Relatório Mensal de Receitas Brutas precisa ser preenchido até o dia 20 do mês seguinte às vendas ou à prestação de serviços. O documento deve ser arquivado por pelo menos cinco anos, junto com as notas fiscais de compra e venda.

Quem não preencheu o relatório mensal pode apurar a receita bruta do ano anterior por meio da soma das notas fiscais. No entanto, terá mais trabalho do que quem inseriu os números no relatório mês a mês.

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode ser, para muitos estudantes, um “bicho de sete cabeças”. Isso porque ela exige do aluno certos atributos para alcançar uma boa nota. Os temas variam todos os anos e faz com que seja quase impossível ter a certeza dele antes da prova. 

Ao todo, a redação é dívidida em cinco competências, que são elas: o domínio da escrita formal da língua portuguesa; compreender o tema e não fugir do que é proposto; selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação e o respeito aos direitos humanos.  

##RECOMENDA##

Mesmo não sendo possível saber qual o tema que será abordado, existem maneiras de desenvolver bem a redação. Pensando nisso, o LeiaJá / Vai Cair no Enem, convidou professores de redação e linguagens para explicar como construir um bom texto e alcançar uma boa pontuação.

Entenda a estrutura da redação 

“Se o estudante conhece a estrutura do texto que ele vai desenvolver, por exemplo o dissertativo argumentativo, ele vai fazer uma redação, independente do tema, excelente. Porque ele vai conhecer os de conectivos, estruturas em tamanho das frases, responsabilidade com o repertorio sociocultural e o argumento crítico”, explica o professor de redação Felipe Rodrigues.  

Antes de mais nada é necessário compreender a estrutura básica da redação, será a partir dela que o aluno irá montar um bom texto. A introdução é o início de tudo, será por meio dela que o estudante contextualizará o tema e o ponto de vista.  

A segunda etapa, do desenvolvimento, é uma das mais importantes, é nela que o estudante irá inserir os seus argumentos e defenderá a sua tese. 

Por fim o estudante irá concluir a sua redação. Este é o momento de expor e elaborar uma proposta de intervenção para o problema discutido. 

Procure estar informado

A busca por manter-se informado é diária e auxilia no momento de escrever a redação do Enem. Desta forma, o aluno consegue expandir o seu repertório e consequentemente construir uma boa redação.

Segundo o professor de português e literatura Ricardo Prestes, os conhecimentos prévios são fundamentais para o aluno. “Escrever sobre diversos temas e principalmente ficar se atualizando dos temas. O aluno pode recorrer aos portais de notícias, jornais, revistas e sites confiáveis. Além de buscar redações anteriores do Enem e também com os acontecimentos no Brasil, no mundo e nos temas que permeiam na nossa sociedade”, destaca Ricardo.

Foco na gramática

A primeira competência exigida na redação do Enem e de muitos outros vestibulares, é o domínio da escrita formal da língua portuguesa. Para o professor Ricardo Prestes, o uso correto da gramática e da própria ortografia é a base para toda boa redação.  

“É importante a questão da escrita correta das palavras, do uso de virgulas e da acentuação. Isso seria um ponto do português dentro da redação, mas que é necessário porque passa credibilidade para quem está lendo o texto”, finaliza. 

Repertório sociocultural

O repertório sociocultural vai mais além de notícias, artigos e pesquisas. Para ampliar o seu repertótio é necessário buscar em literatura, filmes, séries e até mesmo músicas. Mas vale ressaltar que tudo deve ser ponderado, use o seu reportório de forma correta e moderada.  

“Sempre use ao menos dois repertórios socioculturais ou, no máximo, três. Se possível, use filmes, pensadores, músicas e literatura”, explica a professora de redação, Tereza Albuquerque.  

Textos motivadores 

Os textos motivadores ou material de apoio, podem ser grandes aliados na hora de escrever a sua redação. Lembrem que não é permitido copiar os textos, mas existem maneiras de usá-los para auxiliar na escrita da sua redação.

“É importante que o aluno leia com atenção o material de apoio e grife tudo que for relevante. Nele existem informações necessárias para você compreender o tema proposto”, explica Tereza.

Encerram-se nesta quinta-feira (30) as inscrições para o Exame Supletivo 2022. A avaliação é destinada para quem deseja concluir os ensinos fundamental e médio e as inscrições são realizadas, exclusivamente, on-line. Podem participar do exame, candidatos que tenham 15 anos completos (ensino fundamental) e 18 anos completos (ensino médio) no dia do certame.

Após o ato de candidatura, o participante deve imprimir o cartão de inscrição, disponibilizado no endereço eletrônico da Secretaria de Educação e Esportes (SEE) de Pernambuco, a partir do dia 5 de outubro. A aplicação do Exame Supletivo está prevista para 6 de novembro, para candidatos em geral, e no dia 7 do mesmo mês, a estudantes privados de liberdade nas unidades prisionais ou cadeias públicas.

##RECOMENDA##

De acordo com o cronograma da avaliação, os gabaritos, assim como, os cadernos de questões serão divulgados até 22 de novembro. Já o resultado final, ainda segundo o cronograma, será divulgado no site da SEE e em todas as 16 Gerências Regionais de Educação (GREs).

Ainda estão abertas as inscrições para o programa de bolsas do Santander que oferece 10 mil vagas. A oportunidade é gratuita e exclusiva para o público feminino, que não precisa ter experiência em programação para participar.

As interessadas irão aprender sobre programação Back-end (JAVA) pelo período de três meses e receberão certificação. Entre as 10 mil participantes, as 200 com o melhor desempenho ao longo do bootcamp, passarão para a fase de entrevistas com o RH do Santander. As 20 mulheres com melhor performance serão contratadas pela F1RST, empresa de tecnologia do banco.

##RECOMENDA##

As inscrições encerram nesta quinta-feira (30) e devem ser feitas pelo portal do Bolsas. 

Os requisitos para participar são:

- Ser maior 18 anos

- Focado para mulheres

- Ter interesse ou já estar atuando no mercado de tecnologia.

Estar cursando ou já ser formado na graduação ou pós graduação nos cursos: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Ciência de Dados, Ciência da Computação, Cibersegurança, Computação em Nuvem, Engenharia de Software, Engenharia da Computação, Engenharia de Machine Learning, Jogos Digitais, Rede de Computadores, Sistema para Internet e Sistemas de Informação.

Conteúdo

A trilha de conteúdo - oferecido através do Santander Code Girls 2022, programa de tecnologia com capacitação para mulheres - conta com capacitação em Back-end (JAVA), Front-end (angular), e Programação Mobile (Flutter). Aquelas que completarem a capacitação também estarão aptas a uma formação complementar de Agile coach e Analista de Dados. 

PROCESSO SELETIVO:

FASE 1:

Inscrições e teste de conhecimentos gerais: 23/05/2022 à 30/06/2022;

Fase seleção das participantes: 30/06/2022 à 01/07/2022;

Divulgação das 10.000 para realizar o Bootcamp: 04/07/2022;

FASE 2:

Fase de realização do Bootcamp e teste de lógica: 04/07/2022 à 24/07/2022;

Fase seleção para etapa de entrevistas: 22/07/2022 à 24/07/2022;

Divulgação das 200 pré selecionadas para etapa de entrevistas: 25/07/2022;

FASE 3:

Entrevistas com o RH: 25/07/2022 à 05/08/2022;

Avaliação das finalistas: 08/08/2022 à 09/08/2022;

Divulgação das 20 aprovadas: 10/08/2022;

Aceite das 20 aprovadas no Becas Santander: 10/08/2022 à 16/08/2022;

Processo de contratação: 10/08/2022 à 29/08/2022;

Data estimada para início: 01/09/2022;

Formação Santander Code Girls: 3 meses da data de contratação.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, nesta quarta-feira (29), a nota de corte da primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2022.2, que será aplicada no dia 7 de agosto de 2022 em oito cidades brasileiras.

Nesta edição, os participantes precisam tirar, no mínimo, 96,21 pontos de 150. De acordo com o Inep, o resultado é equivalente à soma dos pontos nas provas objetiva e discursiva, por meio do método Angoff modificado.

##RECOMENDA##

Primeira etapa

A primeira fase do exame é composta por provas objetiva e discursivas, que são aplicadas, no mesmo dia, em dois turnos. Pela manhã, os examinandos terão até cinco horas para resolver a avaliação de múltipla escolha. Já à tarde, os médicos terão até quatro horas para a resolução dos quesitos discursivos.

Um levantamento realizado pelo Infojobs, empresa de soluções de tecnologia para RH, aponta que 57,6% dos profissionais LGBTQIA+ acreditam que a preocupação com diversidade e inclusão é apenas discurso de marketing das empresas. A mesma pesquisa mostra ainda que 34,7% de trabalhadores pertencentes a esse grupo afirmam que essas ações representam uma junção de marketing com preocupação genuína.

Além disso, apenas 7,6% dos entrevistados responderam que acreditam na dedicação das empresas acerca dessas temáticas. No que se refere a processos seletivos inclusivos, a maioria dos profissionais, 47%, consideram "pouco inclusivo". Já 9,7% dos participantes disseram que as seletivas não são inclusivas e 3,8% afirmam que são "muito inclusivas".

##RECOMENDA##

Mercado de trabalho e discriminação

Ao serem questionados sobre se pertencer ao grupo LGBTQIA+ dificulta contratação no mercado de trabalho, 82% responderam que "sim" ou "às vezes". Assim como, 95% sabem da existência, no ambiente de trabalho, do preconceito velado. Nesse mesmo contexto, 45% dos entrevistados relataram que sofreram discriminação sexual em empresas. Entretanto, apenas 17% levou o caso até a gestão e 68% tiveram receio de falar sobre a situação e omitiram a informação.

A Fundação Lemann, a partir desta terça-feira (28), recebe candidaturas para o processo seletivo de concessão de bolsa de estudos para mestrado e doutorado em universidades estrangeiras. A iniciativa é destinada para estudantes brasileiros negros e indígenas e as inscrições, por meio de formulário on-line, seguem até 12 de julho.

Entre as instituições que fazem parte do programa Alcance, ligado à fundação, estão Universidade Harvard (EUA), Universidade Cambridge (Reino Unido), Universidade de Toronto (Canadá), Universidade Oxford (Reino Unido), Swiss Federal Institute of Technology Zurich (Suíça), entre outras.

##RECOMENDA##

“Com mais pessoas que representam a diversidade racial do Brasil em centros de excelência, levamos cada vez mais discussões importantes sobre o país para esses espaços e formamos pessoas que vão exercer liderança para termos um futuro com mais justiça e equidade”, afirma Anna Laura Schmidt, diretora de Desenvolvimento de Liderança da Fundação Lemann através de assessoria de comunicação.

Na última segunda-feira (27) foi publicado, no Diário Oficial da União (DOU) o Edital do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2022. As provas serão aplicadas no dia 27 de novembro, em todos os estados brasileiros e Distrito Federal.  

O Enade 2022 tem como objetivo avaliar os estudantes concluintes de cursos de bacharelado e superiores de tecnologia vinculados ao ano III do ciclo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Os coordenadores de cursos deverão inscrever os estudantes no período de 6 de julho a 31 de agosto, no Sistema Enade.

##RECOMENDA##

A participação no exame envolve responder ao Questionário do Estudante e fazer a prova. O Enade 2022 avaliará cursos de 26 áreas de graduação, por meio do desempenho dos estudantes. No grau acadêmico bacharelado, serão avaliados os cursos de administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, comunicação social (jornalismo), comunicação social (publicidade e propaganda), direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, serviço social, teologia e turismo.

Também serão avaliados os cursos superiores de tecnologia em comércio exterior, design de interiores, design gráfico, design de moda, gastronomia, gestão comercial, gestão da qualidade, gestão pública, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais. 

A inscrição no exame é obrigatória para estudantes ingressantes e concluintes habilitados de cursos de bacharelado e superiores de tecnologia ligados às áreas de avaliação da edição. Os estudantes ingressantes inscritos ficarão dispensados da participação no Enade 2022, tendo sua situação de regularidade atribuída pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os estudantes concluintes inscritos ficam convocados para participarem do Enade 2022, tendo sua regularidade atribuída a partir do preenchimento do questionário e da participação na prova. 

Após a inscrição pelos coordenadores, os estudantes concluintes também devem preencher um cadastro de informações pessoais e indicar a eventual necessidade de atendimento especializado ou tratamento pelo nome social, no Sistema Enade. 

Enade – Aplicado desde 2004, o Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, composto também pela avaliação de cursos de graduação e pela avaliação institucional. Eles formam um conjunto avaliativo que permite conhecer a qualidade dos cursos e das instituições de educação superior brasileiras.

O objetivo do exame é avaliar e acompanhar o processo de aprendizagem dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares do curso de graduação, bem como as competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional. 

Os resultados do Enade, aliados às respostas do Questionário do Estudante, são insumos para o cálculo dos Indicadores de Qualidade da Educação Superior e subsidiam decisões de gestores educacionais, escolhas de estudantes, além de inúmeras políticas públicas de regulação, supervisão, financiamento e aperfeiçoamento da qualidade da educação superior. 

Alunos da Escola Estadual Oswaldo Cruz, localizada na Mooca, Zona Leste de São Paulo, encontraram câmeras escondidas nos banheiros da instituição. O flagrante ocorreu na última sexta-feira (24) e a diretora da unidade foi afastada da função até a conclusão da investigação.

Ao G1, o pai do estudante que encontrou as câmeras relatou que o filho foi até o sanitário, viu a câmera, que estava entre os azulejos, e acionou a polícia. Um boletim de ocorrência foi registrado no 18º Departamento de Polícia.

##RECOMENDA##

O aluno, que é concluinte do ensino médio, teria sido flagrado pela diretora da escola estadual fumando maconha no banheiro. Para comprovar o fato, a gestora apresentou uma foto, que foi identificada pelo jovem como sendo uma imagem feita por câmera de segurança. Diante da suspeita, ele procurou o equipamento no banheiro. A namorada dele, que também estuda na escola, conferiu o sanitário feminino e encontrou câmeras instaladas no local.

[@#video#@]

Em depoimento, a vice-diretora da Escola Estadual Oswaldo Cruz, Nilsen Cristina Mendes, contou que sabia da existência das câmeras de segurança e que já teve acesso às imagens, de forma excepcional, para averiguar ocorrências e consumo de substâncias ilícitas.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando