Cultura

| (re)vista

Junto a colaboradores da editora Panini, o editor da MSP, Sidney Gusman anunciou o encadernado “Biblioteca Maurício de Sousa”, que trará uma coleção de diversas histórias da turma do Bairro do Limoeiro, cada uma classificada com o ano de suas publicações. Segundo Gusman, o material vai reunir diversas curiosidades sobre Mauricio de Sousa e suas criações.

Durante o painel da Panini, foi revelado que os fãs do Capitão Feio poderão conhecer as origens do personagem, por meio da nova HQ, “Turma da Mônica: Aventuras do Fim do Mundo”.

##RECOMENDA##

Além disso, em 2022 será lançado o crossover “Turma da Mônica & Garfield”, que reunirá os personagens de Mauricio de Sousa com o famoso gato, criado pelo cartunista americano Jim Davis.

Após a live da Panini, os anúncios continuaram no painel da MSP, que contou com a participação do próprio cartunista. Durante a apresentação, o autor lembrou que em 2021 foram lançados os dois primeiros volumes do “Horácio Completo”, pela editora Pipoca e Nanquim, que dispõem de uma coletânea de histórias do personagem, escritas e desenhadas por Mauricio de Sousa.

Para 2022, o cartunista prometeu que serão lançados os dois últimos volumes, junto a uma caixa para guardar os quatro livros. Para fechar a coleção, Sousa revelou que escreverá uma história inédita, que visa concluir todas as histórias.

Após a participação de Sousa, Gusman retorna para revelar que em 2022, serão lançadas às Graphic Novel, “Astronauta” de Danilo Beyruth; “Anjinho” de Max Andrade; “Denise” de Cora Ottoni; e “Mingau” de Ana Cardoso.

Além disso, alguns lançamentos previstos para 2021 como “Franjinha: Contato”, de Vitor Cafaggi e “Magali: Tempero” de Lu Cafaggi, foram remanejados para 2022.

 

O Programa de Crédito Brasil Criativo disponibilizará R$ 408 milhões em linhas de crédito para o setor de eventos culturais, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria Especial de Cultura (Secult).

O Crédito Brasil Criativo usa recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para financiar empreendimentos culturais de pessoas físicas ou jurídicas privadas. Os empréstimos são contratados pelos interessados em instituições financeiras credenciadas pela Secretaria Especial de Cultura.

##RECOMENDA##

A concessão de empréstimos com recursos do FNC está disponível aos empreendedores criativos ou artísticos que desenvolvam atividades econômicas vinculadas ao setor cultural.

Economia criativa

Segundo o secretário especial de Cultura, Mário Frias, a economia criativa movimenta quase 4,5% da economia nacional. “Sabemos que economia é vida, o local onde criamos os meios materiais para a nossa sobrevivência”, disse Frias.

De acordo com a secretaria especial, o setor de cultura e entretenimento abrange 60 mil empresas em todo o país, proporciona cerca de 2 milhões de empregos diretos e indiretos e mobiliza 4 milhões de trabalhadores informais.

O setor representa ainda 4,32 do Produto Interno Bruno (PIB), que é a soma das riquezas produzidas no país, e recolhe, por ano, R$ 48 bilhões.

A influenciadora Ana Otani resolveu dar uma movimentada em seu perfil de conteúdo adulto e criou um concurso para eleger a ‘vagina mais bonita do Brasil’. A disputa, na verdade, mirou na aparência estética da vulva das participantes, parte externa do órgão genital feminino, e elegeu a carioca Maitê Sasdelli como vencedora. A inusitada competição, no entanto, gerou bastante revolta e motivou várias críticas nas redes sociais. Muitos foram aqueles que julgaram a iniciativa despropositada e machista. 

O concurso aconteceu no site de Ana Otani, que cobra uma assinatura mensal de R$ 69 para seus seguidores - apenas esses puderam votar. As fotos das concorrentes ficaram disponíveis na página para que os assinantes escolhessem sua favorita entre as 16 participantes. A carioca Maitê Sasdelli levou o título com 59% dos votos, em segundo lugar ficou a mineira Anni Parreiras, com 28,8%, e a paraibana Larissa Barbosa, com 11,9%, ficou na terceira posição.

##RECOMENDA##

Em entrevista ao jornal O Dia, Ana Otani explicou a motivação para o concurso. A influenciadora disse que precisava dar uma ‘mudada’ em seu conteúdo. "Os assinantes já estavam cansados de ver a minha (vulva)". Ela é aquela modelo que, no passado, tentou leiloar sua virgindade. Otani também atua no ramo literário e é escritora de contos eróticos.

O inusitado concurso, no entanto, causou bastante polêmica e gerou muitas críticas. Em outras redes sociais, algumas pessoas o classificaram como “machista” e “absurdo”. “Como diria a minha avó. Está tudo louco”; “Agora até a vagina tenha que ter um padrão, um julgamento, uma eleição. Escolhida por homens. Surreal”; “Não sei o que é pior nessa notícia. O próprio concurso ou a falta de educação sexual. O que eles se referem como “vagina” é a vulva. Nojo dessa objetificação da mulher que parece nunca ter fim”; “Que coisa mais medonha esse tipo de ‘concurso’...onde essa gente está com a cabeça?”

O ano de 2021 deixará marcas profundas naqueles que amam o Carnaval. A não realização da festa, em virtude da pandemia do coronavírus, deixou triste os foliões que aguardam vários meses para curtir a folia e causou impactos severos naqueles que dependem do ciclo carnavalesco para sobreviver. Para os profissionais que se dedicam à manutenção de agremiações da cultura popular, a falta do Carnaval provocou muito mais que apenas lágrimas, causando baixas financeiras em seus cofres e, também, comprometendo a continuidade de saberes e tradições muitas vezes seculares. Com a possibilidade da repetição desse quadro em 2022, algumas agremiações pernambucanas temem o risco de fecharem em definitivo as portas e não voltarem mais às ruas. 

No mundo do samba, poucas são as escolas promovendo ensaios regulares para esquentarem suas baterias e desfilantes. Em entrevista ao LeiaJá, Rafael Nunes, presidente da Liga Nordeste das Escolas de Samba e da Escola Pérola do Samba, além de vice-presidente da Federação Nacional das Escolas de Samba (Fenasamba), revelou que muitas agremiações do segmento  preferiram aguardar pela definição do Governo do Estado de Pernambuco quanto à realização do Carnaval em 2022 antes de promoverem qualquer atividade.

##RECOMENDA##

LeiaJá também

--> Homem da Meia-Noite não desfilará no Carnaval 2022

--> Galo da Madrugada está seguro para ir às ruas em 2022

A espera apertou o cronograma para as escolas, que necessitam de bastante tempo, mão de obra e recursos financeiros para produzirem um desfile. Somando isso ao prejuízo acumulado durante o ano de 2021, a viabilidade de um espetáculo totalmente novo para 2022 fica cada vez menor. “Não há tempo de se fazer fantasias e carros alegóricos até fevereiro. Na minha opinião, como cidadão, acredito que não vai ter Carnaval oficial. Carnaval vai ter porque o povo faz de qualquer jeito, mas bancado pelo poder público acredito que não terá”. 

Nunes conta, também, que muitas escolas da Região Metropolitana do Recife estão com as contas apertadas, sofrendo corte de energia por falta de pagamento e até correndo o risco de fecharem de fato. Para tentar reverter o quadro, a Federação propôs à Prefeitura do Recife que, em caso de realização do Carnaval, fossem realizados desfiles simbólicos, com número reduzido de componentes e sem a disputa do tradicional concurso de Carnaval para que todas pudessem garantir suas subvenções e terem os valores dos prêmios divididos de forma igual. “Se não fizermos isso, vai ser mais um ano sem ganhar novamente. Sofremos um forte impacto e para se recuperar, para o concurso, as escolas vão precisar de muito mais que um ano”.

As escolas de samba pernambucanas estão aguardando a definição do Governo do Estado quanto à uma possível realização do Carnaval em 2022. Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo

Já para os afoxés o ritmo de retomada tem sido um pouco diferente. Segundo Fabiano Santos, presidente da União dos Afoxés de Pernambuco (UAPE) e do Afoxé Alafin Oyó, todas as agremiações já estão desenvolvendo atividades, sobretudo as religiosas. A expectativa é de que haja alguma “celebração” do Carnaval 2022, ainda que seja de forma reduzida, em clubes ou espaços fechados, ou até mesmo de maneira híbrida ou remota. 

Fabiano lamenta que, após um ano sem Carnaval e sem a renda que ele proporciona às agremiações, “as pessoas estão quebradas,  tentando literalmente sobreviver” e afirma que o auxílio emergencial ofertado pela Prefeitura do Recife e ainda a  Lei Aldir Blanc, no último ciclo, não foram suficientes para suprir as demandas de todos. “O auxílio do Carnaval 2021 foi a maior balela. As pessoas se iludiram com essa  possibilidade, mas não conseguiu atender a cadeia produtiva geral. Como foi dividido por porcentagem, tiveram entidades que ganharam o que se tinha almejado, mas que também não serve pra nada, se você pensar em toda a cadeia produtiva, cantores, dançarinos, costureiras, você não consegue fazer a distribuição. Houve entidades que receberam R$ 980. Nas linhas miúdas do auxilio, não só os afoxés mas maracatu e outras entidades se prejudicaram muito”.

Para o presidente da UAPE, um segundo ano consecutivo sem a realização do Carnaval representa o risco de fragilizar ainda mais essas agremiações, muitas delas correndo o risco de encerrarem suas atividades em definitivo. Fabiano acredita que o momento servirá para  consolidar uma já existente “relação inferiorizada” da cultura popular com o poder público e que muitas entidades do segmento acabarão caindo novamente “na indução do erro de aceitar qualquer coisa” como remuneração, ou auxílio.

“A gente vive uma disputa de classe a qual nós permanecemos ainda nesse lugar do prestador de serviço, de mão de obra barata, inclusive fazendo a releitura da própria escravidão. A escravidão tinha essa mão de obra em valor tranquilo para estabelecer lucro, é o que temos hoje. A cultura popular é essa mão de obra que permanece na mesma relação trazendo lucro para o estado. A gente recebe muito menos do que deveria ou o velho pão para se alimentar e estar mantendo esse ciclo vicioso de que os coronéis ganham, é a escravidão paga”, disse o presidente da Uape. 

[@#video#@]

Outra organização que cuida de um dos maiores símbolos da cultura tradicional pernambucana, o maracatu de baque virado, também teme passar mais um ano sem atividades. Fábio Sotero, presidente da Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (Amanpe) e da Nação Aurora Africana, diz que no meio, todos estão bastante preocupados com o surgimento da nova variante do coronavírus, a ômicron; e com a possibilidade de passar mais um ano sem ir às ruas, “poucos maracatus estão realizando algum tipo de atividade”. 

No lugar do sonho com mais um ano de brilho e muito batuque, a realidade das nações é a perspectiva de mais um período amargando prejuízo. “Já estão acontecendo diversos eventos como se estivesse tudo normalizado mas as agremiações ainda estão sofrendo com a  pandemia porque elas vão ser as últimas a terem alguma coisa, enquanto os eventos estão acontecendo a todo vapor, as agremiações estão ainda a ver navios sem perspectiva de nada”. 

Sotero também criticou a aplicação da Lei Aldir Blanc para os fazedores de cultura popular. Para ele, o auxílio foi mesmo “um balde de água fria” com poucos contemplados, ao passo que "artistas grandes, já consagrados” acabaram levando uma fatia maior do bolo. “As agremiações ficaram ao relento, ou com apenas alguma migalha”. No último mês de outubro, a Amanpe chegou a promover um protesto em frente à Prefeitura do Recife exigindo melhorias nas subvenções pagas às nações e outras medidas que dariam maior suporte a elas, no entanto, até o momento não houve, segundo o presidente, nenhuma definição quanto às pautas apresentadas. 

Para Fábio, passar mais um ano sem colocar os batuques nas ruas causará impactos quase irreparáveis. Com as nações ‘no vermelho’ e muitos maracatuzeiros que tiveram que parar sua dedicação ao ‘brinquedo’ para conseguirem gerar renda através de outros ofícios, as consequências e prejuízos precisarão de muito tempo e apoio para serem revertidas. Algumas, talvez, não conseguirão ser solucionadas.

“Algumas manifestações vão deixar de existir porque tem gente que não vai dar continuidade. Se o próximo Carnaval for no mesmo formato deste de 2021, no qual a prefeitura inventou um auxílio emergencial para calar a boca que foi uma vergonha, uma migalha, então mais uma vez a gente vai ter perdas de extrema importância, uma perda irreparável. Não foi fácil, não está sendo fácil e vai ser pior ainda caso isso se repetir. A gente vai tentar negociar uma possível apresentação virtual ou alguma coisa nesse sentido que não seja apenas aquele auxílio emergencial vergonhoso”, finalizou o presidente da Amanpe. 

As nações de maracatu também estão em situação de fragilidade. Foto: Chico Peixoto/LeiaJáImagens/Arquivo

Auxílio do poder público

O LeiaJá procurou as prefeituras do Recife e de Olinda para questionar sobre as tratativas para um possível Carnaval em 2022. Através de sua assessoria de imprensa, a gestão recifense afirmou estar discutindo o assunto com a ajuda de um comitê formado por cidades que realizam grandes carnavais, como Rio de Janeiro e São Paulo, e que a decisão levará em conta as orientações das autoridades sanitárias.

Sobre as subvenções pagas às agremiações, eventuais auxílios financeiros aos grupos da cultura popular e artistas, ou outras estratégias de apoio a esses profissionais, a Prefeitura do Recife não emitiu resposta. “As tratativas sobre o Carnaval 2022, neste momento, no Recife, são conduzidas pela comissão formada em setembro, da qual faz parte a Secretaria de Saúde, realizando o monitoramento permanente do quadro sanitário e das recomendações”, diz a nota. 

A gestão de Olinda também afirmou, através de sua assessoria, estar trabalhando “com três hipóteses: não realização; que a festa aconteça com controle de acesso; realização do Carnaval em um cenário epidemiológico de 90% da população brasileira totalmente imunizada”. Além disso, colocou que a decisão será tomada “conjuntamente com outros municípios”. A respeito de possíveis auxílios financeiros à artistas e agremiações também não houve resposta. 

Na última quarta (1º), o secretário de saúde do estado de Pernambuco, André Logo, estipulou um prazo para a definição sobre a realização do Carnaval do próximo ano em terras pernambucanas. Durante reunião da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o secretário afirmou que até o dia 15 de janeiro de 2022 a pauta será decidida.

 

O The Game Awards 2021 ocorre em 9 de dezembro, às 22h. A cerimônia é considerada o "Oscar" do universo gamer. Com isso, o Brasil será representado pelo streamer Gaules, que concorre na categoria "Melhor Criador de Conteúdo". Além disso, o influencer completa 38 anos nesta quinta-feira (2). O LeiaJá preparou um conteúdo especial sobre a vida de Gaules e como ele conquistou um lugar na premiação:

##RECOMENDA##

Alexandre Borba Chiqueta nasceu em 2 de dezembro de 1983, em São Paulo. Com apenas 14 anos, o jovem Alexandre sonhava em jogar no time de Counter Strike 1.6 da extinta, Lan House Monkey Tatuapé. Como não tinha muito dinheiro, a intenção de entrar para o time de C.S. era para poder jogar na Lan House de graça, como uma forma de "patrocínio". Porém, Borba não conseguia entrar na equipe do game. Por conta de sua insistência, a Lan House decidiu criar um time de "juniores", onde Gaules seria o líder deste esquadrão.

Com o fim de sua equipe, Gaules se juntou a MIBR, arquirrival da g3x. A MIBR estava em formação, já que seu grupo principal migrou para uma versão nova de CS. Com isso, Gaules, juntamente com Paulo "pvell", formou uma nova equipe para a MIBR. Ao juntar os novos integrantes, Gaules decidiu se tornar treinador da equipe, cedendo sua vaga para Bruno "bit". Em 2007, o novo time foi campeão da DreamHack Winter, disputada na Suécia. O título é um dos principais da carreira de Gaules.

Gaules continuou a trabalhar pelo crescimento do cenário de jogos. Ele comandou iniciativas, como Brasil Gaming League e a Seleção Brasileira de Games, que ajudaram a profissionalizar o eSports no país. Como dono da Agência X5 e da Mega Arena X5, Gau ajudou a divulgar, trazer investimento e fazer crescer as organizações nacionais.

Hoje em dia, Gaules coleciona reconhecimentos por seu trabalho. Gau venceu três prêmios de Melhor Streamer do Ano em 2020, e em 2021 recebeu o prêmio de Personalidade Geek do Ano. Além disso, Gau concorre como melhor streamer do mundo no "Oscar dos Games", sendo o único brasileiro da lista.

Na última  quarta (1º), as festas públicas de grande porte, como Réveillon e Carnaval, foram pauta durante assembleia da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). Na ocasião, prefeitos e prefeitas decidiram cancelar todas as festas públicas na virda do ano. Já em relação ao Carnaval, ficou estabelecido um prazo para a definição de sua realização no Estado: meados de janeiro.

O secretário estadual de saúde André Longo participou da assembleia, por meio de uma videochamada, e tratou sobre o Carnaval. Segundo Longo, o foco da gestão continua sendo a vacinação da população e o Carnaval deverá ser definido até a primeira quinzena de janeiro. 

##RECOMENDA##

Na noite da última segunda (29), representantes do Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Belo Horizonte - cidades que integram um comitê nacional formado para pensar o Carnaval 2022 -, se reuniram pela primeira vez para tratar o tema. O saldo do debate foi resumido em uma palavra: “cautela”. Novas reuniões devem acontecer ao longo das próximas semanas a fim de definir uma posição para o ciclo momesco do ano que vem. 

Para "incentivar uma indústria da moda mais humana", as peles de animais desaparecerão das páginas e meios digitais de todas as edições da ELLE, anunciou a revista nesta quinta-feira (2), somando-se a uma tendência crescente no setor do luxo.

ELLE é a primeira grande revista do setor que anuncia essa medida a nível mundial, proibindo as peles naturais não só em seu conteúdo editorial, mas também em seus espaços publicitários.

##RECOMENDA##

"Não podemos manter um discurso de um lado e ganhar dinheiro do outro, em direções completamente opostas", explicou à AFP sua diretora internacional Valeria Bessolo Llopiz, após fazer o anúncio durante uma conferência organizada pela revista digital The Business of Fashion em Chipping Norton, no centro da Inglaterra.

Do México à Austrália, passando pelo Japão e Estados Unidos, as 45 edições dessa revista com 75 anos de história, que reivindica 33 milhões de leitores e cem milhões de visitantes por mês em suas 55 plataformas digitais, assinaram um documento se comprometendo a excluir as peles de animais.

Em 13 delas a medida já é efetiva, 20 a aplicarão a partir de 1º de janeiro e o restante no início de 2023.

E embora algumas versões da revista tenham hesitado mais do que outras para aceitar a proibição na publicidade, este setor não representa um grande volume de renda, segundo Bessolo Llopiz.

"Há cada vez menos ofertas", afirma, lembrando que "muitas marcas abandonaram as peles há anos".

"Estamos em uma nova era e a geração Z, que representa o objetivo dourado da moda e do luxo, tem grandes expectativas em termos de sustentabilidade e ética", acrescenta.

Celebrando a decisão, PJ Smith, responsável para moda da ONG Human Society International, disse esperar "que outras revistas de moda sigam seu exemplo".

"Este anúncio provocará uma mudança positiva em toda a indústria da moda e tem o potencial de salvar muitos animais de uma vida de sofrimento e uma morte cruel", afirmou Smith no evento da Chipping Norton.

Já a diretora da PETA UK, Elisa Allen, disse à AFP que confia que outras revistas, como Vogue, InStyle ou Cosmopolitan, "em breve se juntarão a essa política para sua publicidade".

Nos últimos anos, sob pressão dos animalistas, o mundo da moda começou a se afastar das peles de animais.

O uso está proibido em passarelas menores como Amsterdã, Oslo, Melbourne e Helsinki, que também descartou o couro.

Mas as grandes, como Paris, Milão e Nova York, deixam a decisão para cada marca.

O tribunal de apelação de Londres rejeitou nesta quinta-feira (2) o recurso de apelação apresentado por um tabloide britânico, condenado por atentado contra a vida privada de Meghan Markle depois de publicar uma carta que a esposa do príncipe Harry havia enviado a seu pai.

"A apelação é rejeitada", afirmou o juiz ao anunciar a decisão contra a editora do Mail on Sunday, o grupo Associated Newspapers Limited (ANL).

##RECOMENDA##

O tribunal "mantém a decisão segundo a qual a duquesa poderia esperar razoavelmente que sua vida privada fosse respeitada", acrescentou o tribunal.

Meghan Markle celebrou a vitória no julgamento e expressou esperança de que a decisão mude a indústria dos tabloides.

"Esta é uma vitória para mim, mas também para qualquer pessoa que já teve medo de defender o que é justo", afirmou a esposa do príncipe Harry em um comunicado.

"O mais importante é que agora somos, coletivamente, suficientemente corajosos para remodelar uma indústria de tabloides que condiciona as pessoas a serem cruéis e que lucra com as mentiras e a dor que cria", acrescentou.

A dançarina e influencer Thaís Carla ousou em clique completamente nua publicado em suas redes sociais nessa quarta-feira (1º). Belíssima com seu cabelo trançado e tatuagens, ela chamou a atenção dos fãs e recebeu uma chuva de elogios.

Na legenda, brincou estar se leiloando e questionou quem daria o valor mais alto por ela. “Vai começar o leilão, quero saber quem dá mais”, escreveu.

##RECOMENDA##

Em pouco mais de 12 horas, a publicação da ex-dançarina de Anitta já passava dos 220 mil curtidas e milhares de comentários.  “Maravilhosa, elas que lutem”, escreveu uma internauta. “Uma jóia rara dessa não tem preço”, disse um seguidor em alusão a participar do leilão proposto por Thaís.

Confira o clique ousado da dançarina:

[@#podcast#@]

 

Nesta quinta (2), o Galo da Madrugada, maior bloco de Carnaval do mundo, rende homenagens ao homem que deu início a essa história, Enéas Freire. Na data que marca o seu centenário, a agremiação vai promover uma Quinta do Galo em sua memória e, também, lançar o documentário ‘O Galo canta e anuncia: 100 anos de seu Enéas’, que conta a trajetória do carnavalesco através de depoimentos.

Enéas Freire nasceu no bairro de Sâo José, no centro do Recife, mais precisamente no Pátio do Terço, local onde o Carnaval era muito intenso à época. Ele aprendeu a amar essa cultura e, anos mais tarde, acabou sendo o responsável pela criação do bloco que viria a tornar-se o maior do mundo. O fundador e ex-presidente do Galo da Madrugada faleceu no ano de 2008, vítima de parada cardiorrespiratória.

##RECOMENDA##

Para marcar o seu centenário, a agremiação vai lançar, nesta quinta (2), o doc. ‘O Galo canta e anuncia: 100 anos de seu Enéas’, dirigido por Anderson Maia. O filme de longa metragem traz entrevistas com os quatro filhos do idealizador do bloco: Mauro Freire, Antônio Carlos, Ana Nery Meneses e Gustavo Travassos, além do genro e atual presidente do bloco, Rômulo Meneses, dos netos Guilherme e Rodrigo Menezes, do jornalista Francisco José e diversos artistas. A produção será disponibilizada no YouTube da agremiação. 

Além disso, será entregue, às 16h, uma placa que será fixada na casa onde Enéas nasceu, no Pátio do Terço, número 34. A cerimônia de inauguração contará com a apresentação da Orquestra Mirim do Galo e do grupo Saltos CIA de Dança. Outra placa também será erguida na própria agremiação. Já à noite, a Quinta do Galo, realizada no Palácio Enéas Freire, sede do Galo, contará com Spok, André Rio, Marrom Brasileiro, Bia Villa-Chan, Almir Rouche, Gustavo Travassos e Nonô Germano, entre outros, celebrando a memória de Freire. 

A estudante de veterinária e influenciadora digital Franciane Andrade, de 23 anos, contou, através de relatos nas redes sociais, que descobriu ter sido dopada e estuprada no Jaguariúna Rodeo Festival, evento no interior de São Paulo, que aconteceu nos últimos dias 26 e 27 de novembro. Nas mensagens em vídeo, a jovem diz que buscou ajuda médica após sentir fortes dores, e então foram constatados os sinais de violência sexual. Andrade não se lembra de detalhes do ocorrido e diz não ter suspeitas em mente. 

"Acabei de correr atrás de B.O., fui no IML [Instituto Médio Legal] em Mogi Guaçu [cidade em que ela reside], fiz um exame, a polícia constatou que houve estupro e não sabe me dizer se foi um, dois ou três [homens]", relatou. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher de Mogi Guaçu e encaminhado ao município de Jaguariúna, que irá investigar os fatos a partir de agora. O crime investigado é o de estupro de vulnerável, quando a vítima não tem condições de apresentar resistência. De acordo com Franciane, a empresa do evento ainda não entrou em contato com ela para prestar solidariedade ou tomar providências em relação à segurança do camarote, onde ela estava. Estudante, a criadora de conteúdo diz ter pago a tarifa estudantil ao camarote, que é de R$ 199, para se sentir mais segura enquanto se divertia.

##RECOMENDA##

[@#video#@] 

“Eu não estou bem, não consegui dormir, muito menos me alimentar sem lembrar desse pesadelo. Amanhã será mais um dia de exames, delegacia e esclarecimentos. A palavra não basta, é preciso mostrar, provar... Estou muito cansada”, escreveu a universitária em uma de suas últimas mensagens públicas da madrugada desta quarta-feira (1º). No começo desta tarde, a vítima retornou à Delegacia de Polícia Civil para dar continuidade às investigações. Franciane já tomou sua dose do coquetel, utilizado para evitar doenças sexualmente transmissíveis em casos do tipo, ou mesmo uma gravidez indesejada. 

A jovem também compartilhou diversas mensagens de apoio que recebeu e, por fim, falou sobre tudo o que está passando. "Não quero ficar marcada por isso, não quero ouvir minha mãe chorando e perguntando: 'Por quê?' Tudo isso é um pesadelo." 

Até o momento desta publicação, o Jaguariúna Rodeo Festival não havia se pronunciado publicamente sobre o ocorrido, apesar dos diversos pedidos de internautas que se solidarizaram com a denúncia de Franciane. 

Veja fotos dela no evento:

[@#podcast#@] 

Com o objetivo de viabilizar a produção artística de realizadores e artistas pretos, a edição de 2021 do Projeto Social Ilustrata abre inscrições com esse recorte específico. Serão contemplados seis nomes, com o valor de R$ 5 mil, totalizando um incentivo de R# 30 mil. Os selecionados serão anunciados no dia 22 de dezembro.

Podem se inscrever artistas pretos que necessitam de ajuda financeira para viabilizarem seus projetos. O valor do edital poderá ser aplicado na compra de equipamentos, como (mesa digitalizadora, computador, e outros materiais artísticos, ou ainda para a realização de cursos, workshops ou aquisição de livros. É necessário ser artista do nível intermediário.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

As inscrições podem ser feitas até às 23h59 desta quarta (1º(, através do e-mail ilustratadesign@gmail.com. É necessário enviar um vídeo curto com uma breve apresentação e justificativa sobre o uso que o artista fará do dinheiro. Também é solicitado o envio dos links para as redes sociais do inscrito.  Os selecionados serão divulgados no dia 22 de dezembro. 

Dentro de uma caixa de remédios ou de um saco de pão. A brasileira Andrea dos Anjos leva com discrição máxima seus produtos eróticos para suas clientes evangélicas, um negócio que está surgindo no Rio de Janeiro.

##RECOMENDA##

Em sua loja virtual "Memórias da Clô", lançada em 2019 especialmente para mulheres, perguntas, conselhos e pedidos são feitos principalmente por mensagem privada, assim como na 'love store' de Carolina Marques, inaugurada há um ano com o nome de "ConsenSual".

Marques, de 26 anos, rejeita o termo "sex shop". É muito “agressivo" para o público evangélico, cuja visão do sexo pode ser muito conservadora, explica esta integrante da igreja Assembleia de Deus, que quer se tornar sexóloga.

Seu catálogo de "produtos auxiliares do relacionamento", como ela os define, tem uma apresentação contida para que quem o consulte "não sinta que tem que fechar a tela" com pressa se alguém se aproximar, afirma.

Antes de se casar, Marques percebeu como era delicado abordar a diversão sexual entre as convidadas evangélicas de seu chá de solteira.

"Nós, cristãos, temos muito esse tabu da sensualidade. Mas dentro do seu casamento com seu cônjuge não é visto com esses olhos porque pode ser natural. Quero tirar esse estigma de que o sexo é só para reprodução”, diz ela em sua pequena casa com quintal em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Para lançar sua loja, uma das pioneiras no setor, ela informou o pastor de sua igreja e sua esposa. "Eles sempre me alertam: cuidado com as embalagens" e foram os primeiros contrários a falar em "sex shop". "‘Isso assusta. Isso mostra algo diferente do que nós somos. Deixa algo muito vulgar’, me disseram".

Discrição é a palavra de ordem, garante ela. "Não vou distribuir panfletos na saída do culto" evangélico, corrente do cristianismo à qual pertencem cerca de 30% dos brasileiros, segundo pesquisas recentes.

Pecado?

Lubrificantes com sabor de algodão doce ou maçã do amor, perfumes afrodisíacos, dispositivos em forma de ovo para melhorar a sintonia... Marques se limita a oferecer produtos menos transgressores para que as clientes, casadas ou noivas, "não sintam que estão fazendo algo errado” diante de Deus.

Assim, próteses, objetos para se divertir "sozinho" ou a linha de sexo anal ficam de fora.

"O que é pecado, o que não?". Dos Anjos, de 43 anos, que frequenta a igreja Batista, buscou respostas nos textos sagrados, mas chegou à conclusão de que cada casal deve estabelecer seus limites.

A ideia do "Memórias da Clô" nasceu com a sua primeira visita a um "sex shop", após se divorciar do marido que a forçava a manter relações.

"Eu não sabia o que era prazer. A pessoa lá era um homem. Como vou explicar para ele? Achei que outras mulheres evangélicas pensavam isso também".

Além de comercializar produtos como estimulantes femininos, ela dedica grande parte de sua atividade à orientação de mulheres com problemas de lubrificação, pós-parto, etc.

Mas também recebe casais, como um homem e uma mulher virgens que aconselhou durante dias para que se aproximassem mutuamente. "A venda aconteceu depois", lembra.

"O templo do Senhor"

Jessica, de 24 anos, é uma das clientes habituais da ConSensual. “Hoje uso géis de massagem, lubrificantes, com térmico, sabores... Deixa a relação mais gostosa e divertida”, explica ela por mensagem no WhatsApp, para manter seu anonimato.

Essa jovem conta ter convencido algumas amigas a tentar a experiência. Outras, porém, rejeitam de cara, por aquele "preconceito formado" de que é algo "agressivo".

Marques, que passou a receber encomendas de outros estados do Brasil, revela sua máxima para seduzir suas clientes: "Nosso corpo é nosso templo, o templo do Senhor. Então a gente tem que cuidar".

A Marvel anunciou uma história em quadrinhos única, chamada 'Eternals: The Undying'. O principal destaque deste novo arco é que Thanos, o titã louco, lidera o grupo de seres imortais, os Eternos. A nova HQ será lançada em fevereiro de 2022.

 O motivo de Thanos se juntar aos Eternos é para enfrentar a criação dos Celestiais, o Uranos. De acordo com a Marvel, Uranos é muito pior que Thanos. A primeira aparição do vilão ocorreu em Capitão Marvel 29, de 1973. Uranos é irmão do avô de Thanos, Kronos.

##RECOMENDA##

Pela primeira vez teremos um Thanos lutando do lado do bem. Porém, poucas informações foram divulgadas e os fãs aguardam mais detalhes sobre o surpreendente arco de histórias. Além disso, a Marvel certifica, mais uma vez, que o Universo Cinematográfico e os quadrinhos são coisas distintas no universo da empresa. 

A partir desta terça-feira, 30 de novembro, o Paço do Frevo amplia o seu horário de funcionamento e passa a abrir de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e sábado e domingo, das 11h às 18h. A mudança de horário dá continuidade à retomada progressiva das atividades presenciais do museu.

Durante o mês de novembro, o Centro de Referência em Salvaguarda do Frevo contou com ações em formato híbrido (online e presencial), com público reduzido para garantir os cuidados necessários ao combate da pandemia do Covid-19.

##RECOMENDA##

Com o avanço da vacinação e do Plano de Convivência do Governo de Pernambuco, o Paço do Frevo amplia o seu horário para que o público tenha mais oportunidades de visitar o espaço e conhecer melhor a história do ritmo pernambucano Patrimônio da Humanidade. Porém, o momento ainda pede cautela e o uso de máscaras segue sendo exigido durante toda a permanência do visitante no equipamento cultural. Nas terças-feiras a entrada é gratuita, enquanto que nos demais dias da semana o valor do ingresso para visitar o museu é de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

Paço do Frevo 

O Paço do Frevo é reconhecido pelo IPHAN como centro de referência em ações, projetos, transmissão, salvaguarda e valorização de uma das principais tradições culturais do Brasil, o frevo. Patrimônio imaterial pela UNESCO e pelo IPHAN, o frevo é um convite à celebração da vida, por meio da  ativação de memórias, personalidades e linguagens artísticas, que no Paço do Frevo encontram seu lugar máximo de expressão, na manutenção de ações de difusão, pesquisa e formação de profissionais nas áreas da dança e da música, dos adereços e das agremiações do frevo.

Ao longo de sete anos, recebeu mais de 700 mil visitantes, teve mais de 5 mil alunos formados em suas atividades e promoveu mais de 600 apresentações artísticas, em atividades presenciais e virtuais, que incluem denso engajamento de seus mais de 60 mil seguidores nas redes sociais.

O Paço do Frevo é uma iniciativa da Fundação Roberto Marinho, com realização da Prefeitura do Recife e gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG). O projeto conta com o patrocínio do Itaú, da Uninassau e da White Martins, apoio cultural do Itaú Cultural e apoio do Grupo Globo e do Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. 

HORÁRIO DE VISITAÇÃO A PARTIR DE 30 DE NOVEMBRO

Paço do Frevo (Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife)

Terças a sextas-feiras, das 10h às 17h;

Sábados e domingos, das 11h às 18h;

Entrada gratuita às terças-feiras

De quarta a domingo, o ingresso para a entrada no Paço do Frevo custa R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

 

*Via Assessoria de Imprensa

Como você viu, um jogador de vôlei chamado Roberto Cazzaniga caiu em um golpe e passou anos pensando que namorava Alessandra Ambrósio, e a história foi tão inusitada que ganhou destaque em todos os lugares.

De acordo com informações publicadas no jornal La Nuova Sardegna, a italiana Valeria Satta foi quem "se deu bem" nesta história. Segundo a publicação, ela conseguiu até reformar a sua casa com o dinheiro extorquido da vítima.

##RECOMENDA##

As fontes revelaram que Valeria, mesmo desempregada e com dois filhos, teria restaurado sua casa inteira em meados de 2017 graças ao atleta. Roberto teve um prejuízo de cerca de 400 mil euros - que dá cerca de 2 milhões de 500 mil reais.

O profissional declarou, em uma entrevista para o jornal Corriere Della Serra, que chegou a fazer empréstimos para ajudar a falsa Alessandra Ambrósio e só foi salvo por sua família que decidiu ir até a televisão para arranjar provas da golpista.

O padre Fábio de Melo usou o Instagram, neste domingo (28), para relatar que precisou passar por uma cirurgia após lacerar parcialmente o tendão do bíceps. Na publicação, o religioso, que aparece em cama de hospital com tipoia no braço, falou sobre o medo e agradeceu o cuidado dos amigos e médicos.

"Eu tenho tendões que se laceram e um deles foi lacerado. O da cabeça curta do bíceps. Com ele, laceram-se outras coisas, ligaduras que não são corpóreas. Para lacerações físicas, médicos. Para lacerações emocionais, amigos. E quando encontramos os 2 no mesmo rosto? Pois comigo foi assim. Convivi com a laceração parcial durante 20 dias, mas não deu mais", detalhou. 

##RECOMENDA##

Seguindo, ao citar o médico Paulo Muzy, Fábio de Melo ressaltou a amizade com o profissional e o medo que sentiu. "Do braço que doía às dores da ansiedade, tudo foi partilhado. A prosa diária alinhavou a amizade. O conhecido se tornou meu amigo. Eu estava numa peregrinação, ele sabia. O risco da ruptura definitiva me apavorava, mas, a sua atenção, o seu carinho comigo, fizeram com que eu colocasse minha atenção na solução que ele me propôs. Deu certo... Hoje foi o dia. O que estava por um fio voltou a ser inteiro. Estou repleto de gratidão", disse.

Veja o relato completo:

[@#video#@]

A equipe da CCXP Worlds 21 revelou que o elenco principal do filme “Matrix Resurrections” estará presente no festival. O painel da Warner Bros será o último do domingo (5) e, para fechar o evento, será realizado um bate-papo com os atores Keanu Reeves, Jonathan Groff, Jada Pinkett Smith, Yahya Abdul-Mateen II, Jessica Henwick e Eréndira Ibarra.

“Matrix Resurrections” chegará aos cinemas em 22 de dezembro e será o quarto filme da franquia que fez sua estreia em 1999. O longa também conta com os atores Carrie-Anne Moss, Neil Patrick Harris, Priyanka Chopra Jonas, Christina Ricci, Telma Hopkins, Toby Onwumere, Max Riemelt e Brian J. Smith.

##RECOMENDA##

Assim como nos três filmes anteriores, “Matrix Resurrections” será co-escrito e dirigido por Lana Wachowsk, ao lado de sua irmã Lilly Wachowski.

A CCXP Worlds 21 ocorre de maneira virtual em 4 e 5 de dezembro. Saiba mais sobre os preços e modalidade dos ingressos:http://https://www.leiaja.com/cultura/2021/09/28/ccxp-anuncia-data-para-venda-de-ingressos/

Neste sábado (27), o Camará Shopping recebe mais um espetáculo teatral. O Natal da Trupe conta a história de um palhaço que desejava ter um nariz diferente dos demais e acredita na magia do Papai Noel para realizar este desejo. O evento é gratuito e acontece às 16h e tem como público alvo as crianças. O Camará Shopping, em Camaragibe, tem como tema do Natal 2021 O Fabuloso Circo do Papai Noel.

O Papai Noel e a Noelete estão no shopping, divididos por um acrílico, até o dia 24 de dezembro, todas as quintas e domingos, das 16h às 21h. Também há um trono natalino para os pets aproveitarem. O shopping conta ainda com a Exposição 10 anos do Tiuma Circense que ficará disponível todos os dias, das 10h às 22h, até o dia 31 de dezembro.

##RECOMENDA##

O centro de compras também contará com oficinas circenses em parceria com o SESC nas sextas, sábados e domingos entre 12 de novembro e 19 de dezembro. Na atração, as crianças e adolescentes vão experimentar técnicas de malabares, acrobacias de solo e aéreo e equilíbrio. As sessões têm duração de 1h e os valores variam de R$15 para comerciários e R$30 para o público geral. Todas as atividades natalinas vão acontecer no piso L1.

*Da assessoria

O sucesso de Round 6 não ficou só no catálogo da Netflix. O youtuber Jimmy Donaldson decidiu fazer uma brincadeira inspirada na série de Hwang Dong-hyuk, com a participação de 456 pessoas. Diferente da produção chinesa, os jogos idealizados por Jimmy não possuem dinâmicas violentas. Quem vencer todas as etapas leva para casa US$ 456 mil, cerca de R$ 2,5 milhões.

Com mais de 76 milhões de inscritos no seu canal do YouTube, Jimmy Donaldson compartilhou um vídeo mostrando o processo do projeto. Ele reproduziu as brincadeiras da batatinha frita, do biscoito e da ponte, todas que aparecem na série da Netflix. O custo sobre a criação do conteúdo não foi revelada, mas corre nos bastidores que tudo envolveu milhões de dólares.

##RECOMENDA##

Veja:

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando